Mega sucesso de 1979!

Patrick Hernandez invadiu as pistas de dança e ‘bombou’ nas rádios de todo país em 1979, com Born to be alive. Você se lembra? Não? Então entre na máquina do tempo comigo e saboreie!

Globo Cor Especial 1973

 A programação infantil da Rede Globo marcou a infância de muita gente com programas inesquecíveis como Vila Sésamo, Globo Cor Especial e Globinho. Relembre comigo a abertura do Globo Cor Especial, que trazia uma seleção de clásicos do desenho animado. Uma tempo que não volta mais… nunca mais!

 

VOLTZ, uma banda joseense

A VOLTZ surgiu em São José dos Campos nos anos 90. No começo, era ‘Alta Voltagem’, com outra formação, e com esse nome cheguei a apresentar diversos shows da banda na cidade. Presenciei momentos interessantes e curiosos também. Uma época de ‘comer poeira’, de tocar de graça, de ‘vacas magras’… Meu amigo Glauber, vocalista, dono de um talento tão grande quanto seu caráter, certamente se lembra de uma apresentação numa região periférica, quase rural de São José, onde eles, garotões bonitos e ‘guitarreiros’ despertaram ciúmes de uma rapaziada… e saiu tiro pra cima e até coronhada após um show em um palco montada à frente de uma espécie de barranco… era rir pra não chorar. Mas, que susto! Felizmente, tudo terminou bem. Mas, o importante é que a metamorfose aconteceu e hoje a VOLTZ é uma realidade. Outros caras incríveis como o Charles e o Fernando Bozo, com quem, dentro de sua perculiar simplicidade, sempre ‘trombo’ pelas ruas da cidade, vieram depois. A banda conseguiu embutir em seu curriculum o pop de qualidade que se desenhava naquele período inicial. Sucesso, moçada!

ELES JÁ SE FORAM…

Nosso tributo a esses grandes artistas da televisão, cinema e da nossa música que já não estão mais entre nós!  Lauro Corona, por exemplo, revelou-se como ator e sexy-simbol dos anos 80 e nos deixou em julho de 1989. E deixou saudade!

LEMBRA DO SUPER HERÓI AMERICANO?

O Super-Herói Americano foi uma série exibida entre 1981 e 1983 pela TVS (o SBT de hoje). A emissora estava ainda sendo implantada (entrou no ar em 1980) e investiu em séries que alcançavam sucesso nos Estados Unidos. Era uma sátira aos heróis em quadrinhos, em especial o Super-Homem. Marcou época no Brasil. A música tema “Believe It Or Not”, na voz de Joey Scarbury, ficou em primeiro lugar nas paradas americanas. Vamos recordar a abertura? Então clique aí…

ERA 1974…

As rádios tocavam The Rubettes, o sucesso era ‘Sugar baby love’. No vídeo, vemos o grupo 30 anos depois, em 2004, trazendo de volta o velho sucesso!

‘AMANTE LATINO’ – filme de 1979

Sidney Magal estreava no cinema. Ele já era um sucesso nacional e figura constante na TV. O filme trazia o título de um de seus sucessos, ‘Amante Latino’ e no enredo simplesmente a assinatura de Paulo Coelho. Angelina Muniz dava vida à personagem de outro sucesso: ‘Sandra Rosa Madalena, a cigana’. No elenco, Monique Lafond, Ida Gomes e Felipe Wagner. Direção de Pedro Carlos Rovai. Veja cena do filme.

THASH’ 78

Definitivamente, eu era feliz e não sabia! Bee Gees, Gibson Brothers e D.D.Jackson me fazem entrar na máquina do tempo e voltar a 1978. Lá, onde 2000 parecia tão longínquo e magnífico. Quem dera eu pudesse retroceder…

ESCÂNDALOS NACIONAIS!

Documentos revelam que conselheiros do TCE do Rio de Janeiro vendiam decisões a prefeituras. – Vídeos mostram prefeito recebendo propina e envolvendo José Dirceu em negociata. – Advogado famoso é preso sob a acusação de usar seu cargo no BNDES para liberar empréstimos em troca de propinas. – CPI aponta irregularidades em obras de aeroportos e acusa empreiteiras de superfaturamento. – Processos contra políticos acusados de desviar recursos podem ser anulados. O empresário que detonou o escândalo dos “sanguessugas” envolve outros políticos no esquema. – Quadrilha que incluía parlamentares roubou 110 milhões de reais destinados à saúde. – “Empresária” Mary Corner cobra para não propagar histórias de que “suas meninas” ajudavam a pagar a políticos em Brasília. – Documentos inéditos comprovam que o McDonald’s, a maior cadeia de fast-food do Brasil e do mundo, pagou 5 milhões de reais por uma norma da Receita Federal, configurando um caso raríssimo no universo da corrupção: o pagamento da propina teve até nota fiscal. – Prefeito é preso por corrupção e governador é cassado, mas PT não se constrange. – O caso do deputado que tentou extorquir 4 milhões de reais de Carlos Cachoeira, oferecendo proteção em uma CPI e seus interlocutores gravaram todos os diálogos. – Polícia descobre gangue de “vampiros” que agia havia catorze anos e sugou 2 bilhões de reais do Ministério da Saúde. – Com dúzias de autoridades e 5000 cidadãos humildes, Roraima recria a praga dos “gafanhotos” da corrupção. – Documentos de autoridades suíças comprovam depósitos dos fiscais do Rio suspeitos de corrupção. – Ligação telefônica revela que governador do DF protege os interesses de grileiros de terras. – Surgem novos contratos suspeitos de 22 milhões de reais e a situação fica mais complicada para o PT. – Irmão do ex-prefeito Celso Daniel, de Santo André, diz para promotores que um esquema de propina foi parar nas mãos da cúpula do PT. – Cinco parlamentares do Tocantins aparecem envolvidos numa rede de corrupção on-line. – No “ninho tucano” surgem indícios de que uma parte da propina da Vale pode ter sido paga. – O maior lobista de Brasília denuncia extorsão no Ministério da Saúde e sua agenda, apreendida, revela subornos e “esquemas”. – Denúncias de corrupção obrigam governador do Espírito Santo a demitir a primeira-dama. – Seguro-desemprego tem desvio de 220 milhões. – Bicheiro se sente traído e acusa governador Roriz. – Acusado de cobrar propina, deputado Abrão se livra da cassação por falta de provas. – Banco do Brasil enterrou 210 milhões de reais na bandalheira da Encol. – Deputada Ângela Guadagnin do PT dança no plenário da Câmara dos Deputados, em comemoração à absolvição do colega João Magno das acusações de corrupção…

MEUS TEMPOS DE CRIANÇA…

Eu vim de Soledade de Minas. Não nasci lá, mas vi de lá. Lá eu corria pelas ruas de terra, sentava na porta de casa com minha caixa de brinquedos, ia pra escola, não estava nem aí pro futuro… Havia minha mãe, meu irmãos, o padeiro que trazia os pães na porta de casa numa cesta grande, as carolas na rua… aquela vidinha que parecia se alternar com o fim de tarde na serra. Eram tão poucos os sonhos, eram nulas as ambições. De lá eu vim, e aqui fiquei. Vi os anos passarem pela janela, na velocidade dos carros, no corre-corre da vida. E aqui estou eu. Muitos anos depois, olhando pra trás, só me resta perguntar: o que eu fiz da minha vida? Em quem se transformou aquela criança simples, sem aspirações e cujos sonhos maiores eram ter televisão em casa e crescer? Bom, vida… lá vou eu… ao som de Casinha branca, de Gilson!

« Older entries
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.